Direito de Família

ÁREAS DE ATUAÇÃO

"Dentre todas as instituições, públicas ou privadas, a da família reveste-se da maior significação, uma vez que representa, sem contestação, o núcleo fundamental, a base mais sólida em que repousa toda organização social." Saudoso, Washington de Barros Monteiro.


A família, ao longo dos anos, vem enfrentando um processo de profunda transformação em virtude dos fatores econômicos, sociais e culturais. Em decorrência destas transformações, vários novos tipos de conflitos apresentaram-se no seio familiar, já que a família atual é inovadora, democrática e igualitária.


O grande diferencial dos nossos colaboradores é foco em conciliação. Ou seja, a resolução do caso sem ação judicial, mas através de um acordo homologado em juízo.
Trata-se de um método consensual de solução de conflitos, voluntário e sigiloso, no qual duas ou mais pessoas, com o auxílio de um advogado - terceiro imparcial e capacitado, facilitador do diálogo - discutem pacificamente, buscando alcançar uma solução mutuamente satisfatória para o problema, melhorando o diálogo e a comunicação entre as mesmas, pondo fim a controvérsia existente.


A conciliação é o meio mais rápido, barato e eficiente para resolução de conflitos.


Conheça algumas publicações que fiz no site, se você quer saber de algum tema específico, me escreva que terei o prazer em gravar um próximo vídeo com o seu tema.

De acordo com o último Censo Escolar, realizado pelo Conselho Nacional de Justiça - CNJ e divulgado em 2013, há 5,5 milhões de crianças brasileiras sem o nome do pai na certidão de nascimento.

Chegou um caso, atípico, ao Supremo Tribunal Federal, que gerou grande discussão e impacto nessa temática. Uma juíza havia determinado, a condução coercitiva de um investigado de paternidade que se recusava a extrair sangue para efeito de DNA, alegando que tinha pânico de agulha.